SAÚDE ANIMAL


Clique nos tópicos abaixo para exibir as informações.


Exames Clínicos Regulares


» O melhor seguro para a saúde do seu animal de estimação.


Saúde Animal

As visitas regulares ao médico veterinário são extremamente importantes para a saúde e bem estar do seu animal de estimação. Isto é parte da responsabilidade do proprietário e ajuda você a assegurar que o seu animal será um companheiro saudável e feliz por muitos anos.


As visitas regulares ao seu veterinário ajudam a entender melhor as necessidades individuais do seu animal de estimação.

Assim com as vacinas os "check-ups" são uma parte essencial da prevenção de doenças.


O hábito de visitar regularmente o veterinário proporciona um histórico médico bem documentado, caso haja uma emergência ou doença súbita (como o seu próprio histórico médico é importante para o seu médico de família).

Os exames regulares também ajudam o veterinário a detectar a doença antes que ela se torne séria.

As visitas regulares ao médico veterinário lhe dão a oportunidade de perguntar sobre qualquer mudança que você tenha observado em seu animal de estimação. É uma boa idéia anotar as perguntas com antecedência, para que você não as esqueça durante a consulta.


» O seu veterinário é seu segundo melhor amigo


O bom senso nos diz como cuidar das necessidades básicas de nossos animais de estimação, como mantê-los seguros, aquecidos e alimentados. E os próprios animais de estimação sabem muito bem cuidar de si mesmos. Podemos agradecer aos seus instintos por isso.

Mas, quando chega a hora de proteger a saúde do seu animal de estimação, você e ele precisam de um amigo que possa prevenir e curar doenças e dar ao seu cão ou gato a melhor qualidade de vida possível.

O veterinário é tão importante para a saúde do seu animal de estimação quanto o médico da família é importante para a sua saúde. Um veterinário tem a oportunidade de conhecer o seu animal como um indivíduo e manter um histórico da sua saúde para melhor determinar suas necessidades.


Ainda que as clínicas veterinárias sejam diferentes em seu tamanho e especialidades, apresentamos aqui alguns dos principais serviços que você pode esperar.


  • • Exames regulares
  • • Vacinações
  • • Testes como o da a leucemia felina para gatos e para cães
  • • Castração de machos e fêmeas
  • • Produtos para ajudar a manter o seu animal de estimação saudável

Um número cada vez maior de veterinários oferece também:


  • • Serviços odontológicos
  • • Orientação nutricional
  • • Orientação comportamental
  • • Serviços de hospedagem
  • • Banho e tosa

Além disso, está crescendo o número de veterinários especializados. Cada vez mais, os pacientes são encaminhados a especialistas em áreas como: ortopedia (ossos), oftalmologia (olhos), cirurgia, dermatologia (pele), oncologia (câncer) e cardiologia (coração).


E isto significa que você e o seu animal de estimação têm uma gama muito maior de recursos na área de tratamentos de saúde.


» Cuidados com a medicação


Quando seu animal de estimação precisar de um medicamento, você é parte fundamental no sucesso do tratamento.


Se você tiver a sorte de possuir um animal de estimação muito querido, sabe que não há nada mais gratificante do que um animal feliz, saudável, curtindo a vida.


Ele é seu companheiro mais fiel e seu melhor amigo. Não é de estranhar que você queira fazer tudo o que estiver ao seu alcance para mantê-lo com ótima saúde pelo tempo que for possível.


Todos queremos fazer o que for melhor para os animais que amamos. É por isso que buscamos o veterinário para que nos oriente, para as medidas preventivas e, quando necessário, em busca de medicação.


Importantes avanços na medicina veterinária resultaram em medicamentos que podem melhorar a duração e a qualidade de vida do seu animal de estimação.


O papel que você desempenha na saúde do seu animal é importante, e o momento de você mostrar que é o melhor amigo dele é quando são prescritos medicamentos. Apresentamos algumas dicas que devem ser mantidas em mente quando o seu animal de estimação precisar de medicação.


» O que eu preciso fazer quando o meu veterinário prescreve uma medicação?


Como cada animal tem características individuais, ninguém entende melhor as necessidades do seu animal do que o seu próprio veterinário. Este profissional é o único habilitado para diagnosticar um problema médico e prescrever o tratamento mais apropriado. Mas é sua responsabilidade fazer perguntas e aprender a ministrar a medicação ao seu animal de estimação.


Quanto mais informações você tiver sobre os medicamentos que você administra, melhores serão os cuidados que você poderá dar a ele.


» Onde encontro a informação e o que preciso saber?


Pergunte ao seu veterinário o que você pode esperar dos medicamentos receitados em termos de alívio e melhora, e procure ler a bula e qualquer outra informação que acompanhe o medicamento. Pergunte ao seu veterinário como, quando e durante quanto tempo você deve dar cada medicação e esteja atento a qualquer efeito colateral potencial.


» O que devo fazer quando chegar em casa?


Monitore o seu animal de estimação para ver se houve melhoras ou mudanças em sua condição. Todos os medicamentos receitados - quer sejam humanos ou veterinários - são cuidadosamente testados quanto à sua segurança e eficácia.

Como cada animal é um indivíduo, as respostas ao medicamento podem variar. É importante observar o seu animal de estimação quanto à presença de sinais de melhora e de possíveis efeitos colaterais, como mudanças de comportamento, hábitos de alimentação, defecação ou micção.


Se você observar um problema, suspenda a medicação e entre imediatamente em contato com seu veterinário.


» Se o meu animal de estimação melhorar, posso parar de dar o medicamento?


Se você quiser que o seu animal de estimação obtenha todos os benefícios de qualquer medicação prescrita, você precisa administrar de acordo com as instruções e pelo tempo que foi recomendado pelo veterinário.

Somente o seu veterinário pode determinar o medicamento e a dosagem corretos para o seu animal.

Ainda que o seu cão ou gato possa começar a mostrar sinais de melhora, a condição pode não estar totalmente tratada e haver a necessidade de medicação adicional para assegurar os melhores resultados.


Lembre-se, você é uma parte fundamental para o sucesso do tratamento de seu animal.


» Cuidados especiais com animais idosos


Cães e gatos passam pelo mesmo processo de envelhecimento que o homem. Só que isto ocorre em um espaço de tempo muito mais curto. Quando o seu animal de estimação alcança a meia idade, ao redor de seis ou sete anos, é aconselhável passar a visitar o veterinário pelo menos duas vezes ao ano.

Muitos dos problemas enfrentados pelos animais de estimação de meia idade podem ser administrados através de modificações da dieta ou uso de medicamentos. Estes problemas podem ser detectados mais cedo se o seu veterinário examinar o seu animal de estimação regularmente.


» Descubra se o seu animal de estimação esta saudável


Cães

Sinais saudáveis

    Saúde Animal
  • • Os olhos são brilhantes e limpos, sem secreção, não estão vermelhos.
  • • As orelhas apresentam-se rosadas na parte interna e limpas, sem odor ou secreção.
  • • Gengivas e língua são rosadas (algumas vezes pretas). Os dentes são brancos.
  • • Pele e pelagem são limpas e brilhantes.
  • • As patas estão limpas, em ordem, sem cortes, queimaduras ou unhas quebradas.

Sinais não saudáveis

  • • Tosse
  • • Mau hálito
  • • Vômitos
  • • Arranham ou mordem
  • • Presença de nódulos e protuberâncias
  • • Diminuição do apetite
  • • Excesso de peso
  • • Mancar

Gatos

Sinais saudáveis

  • • Os olhos são brilhantes e limpos, sem secreção, não estão vermelhos.
  • • As orelhas apresentam-se rosadas na parte interna e limpas, sem odor ou secreção.
  • • Gengivas e língua são rosadas (algumas vezes pretas). Os dentes são brancos.
  • • Pele e pelagem são limpas e brilhantes.
  • • As patas estão limpas, em ordem, sem cortes, queimaduras ou unhas quebradas.

Sinais não saudáveis

  • • Tosse
  • • Aumento do consumo de água
  • • Vômitos
  • • Arranham ou mordem
  • • Presença de nódulos e protuberâncias
  • • Perda de peso
  • • Micção dolorosa, freqüente ou sanguinolenta
  • • Esforço para defecar
  • • Mancar

» Escolhendo um veterinário


ocê deve escolher um veterinário com o mesmo cuidado com que você escolheria um médico de família.


- Peça recomendações a seus amigos e vizinhos que têm animais de estimação.


- Pergunte sobre a disponibilidade de serviços e emergência.


- O mais importante é que você se sinta confortável conversando com o veterinário ou a veterinária, e sinta que ele ou ela realmente está ouvindo o que você tem a dizer e se interessa pelo seu animal de estimação.


» Como dar comprimido ao seu animal de estimação


Então o veterinário mandou você com seu animal de estimação (que não está muito bem) para casa, com um frasco de comprimidos e algumas instruções. E agora?


Não se preocupe. Dar comprimidos ao seu animal de estimação é apenas uma questão de prática e muita compreensão.


A seguir apresentamos algumas orientações práticas. Observe que os métodos são diferentes para cães e gatos.


» Como dar um comprimido a um cão


  1. 1. Segure cuidadosamente o focinho por cima, colocando seu polegar de um lado e os outros dedos do outro lado do focinho. Segure e aperte com firmeza logo atrás dos caninos (as "presas"). A boca do cão deve abrir.

  2. 2. Com a mão livre segure o comprimido e ao mesmo tempo force o maxilar inferior para baixo. Com a boca do animal bem aberta, coloque o comprimido na parte mais posterior da língua, empurrando ainda um pouco mais com o seu dedo indicador.

  3. 3. Feche e segure o focinho com cuidado enquanto o seu cão engole. Para estimular, você pode passar a mão na parte inferior do pescoço, com movimentos para baixo.

  4. (figuras no site) http://www.pfizersaudeanimal.com.br/pet_Cuidados_comprimido.asp

» Como dar um comprimido a um gato


  1. 1. Peça a alguém que segure as patas dianteiras e o peito do seu gato por trás, para que você esteja livre para fazer o resto, ou vice-versa. Se você tiver problemas, coloque uma toalha ou pano ao redor do seu gato.

  2. 2. Coloque a sua mão na parte de cima da cabeça do gato, evitando o maxilar inferior. Levante a cabeça até que o nariz do gato esteja apontando para o teto. Quando a boca abrir, use a sua outra mão para segurar o comprimido e force o maxilar inferior para baixo, empurrando o comprimido para a parte mais posterior da língua.

  3. 3. Feche a boca do seu gato, procurando ter certeza que você e o seu parceiro continuem segurando firme. Esfregue a ponta do nariz. Isso vai forçar o gato a lamber a ponta do seu próprio nariz, fazendo com que seja mais fácil engolir. Lembre de elogiar bastante o seu gato todas as vezes em que ele engolir um comprimido.


Apresentamos agora algumas dicas úteis para a administração de comprimidos a cães ou gatos:


  • - Aqui você vai aprender como cuidar ainda melhor do seu melhor amigo.
  • - Os comprimidos revestidos são os melhores. Eles descem mais facilmente e não se dissolvem tão rapidamente, o que é importante se você tiver que fazer mais do que uma tentativa.
  • - Se você não conseguir fazer com que o comprimido seja engolido, tente disfarçá-lo em alguma coisa que o seu animal adora (exemplo, miolo de pão, pedaço de carne, sardinha e etc…). Mas verifique antes com o seu veterinário se isto pode ser feito, porque alguns medicamentos não devem ser administrados com alimentos.
  • - Cuidado com alguns medicamentos de uso humano. Alguns deles, como ibuprofen, aspirina ou acetaminofen, podem ser prejudiciais ou até mesmo fatais. Apenas o veterinário pode indicar que medicamento utilizar.
  • - Siga sempre as instruções do seu veterinário com relação à dose, mesmo que pareça que o seu animal de estimação está ficando melhor muito depressa. Se você interromper a medicação muito cedo pode haver o risco de o problema acontecer novamente, podendo reduzir a eficiência da medicação.

» A importância de ter um veterinário fixo


Ainda que haja outras maneiras de obter cuidados veterinários para o seu animal de estimação, há vantagens claras em ter um clínica veterinária de confiança.


Não só o seu animal de estimação é diferente de todos os outros por causa de sua personalidade e posição na sua família, mas ele também tem um histórico médico diferente, só dele.


E é importante manter um prontuário sobre sua saúde (imagine se você tivesse que contar o seu histórico médico completo todas as vezes em que você fosse ao médico!). Um prontuário médico atualizado ajuda a manter as vacinas do seu animal de estimação sempre em dia, ajuda com os diagnósticos e pode economizar uma tempo valioso no caso de uma emergência.


Ao visitar o mesmo veterinário ou veterinária regularmente, este profissional pode conhecer o seu animal de estimação como indivíduo e permitir que haja continuidade nos cuidados proporcionados.


Se a clínica tiver diversos profissionais, peça para ser atendido sempre pelo mesmo veterinário quando for marcar uma consulta.


» O que fazer em caso de emergência


É claro que a melhor maneira de lidar com situações de emergência é evitá-las, mantendo seu animal de estimação sempre seguro e saudável. Contudo, apesar de todos os seus esforços, os acidentes podem acontecer. Apresentamos algumas dicas a considerar antes de precisar usá-las.


  • 1- Mantenha sempre à mão os números de telefone do seu veterinário, clínica de emergência, centro de controle de envenenamento, etc.

  • 2- Mantenha uma cópia dos registros de saúde do seu animal de estimação em um lugar em que possa ser facilmente encontrada. Talvez você queira investir na compra de um livro que traga informações sobre os procedimentos de primeiros socorros. Peça ao seu veterinário que recomende um.

  • 3- Mantenha um kit de primeiros socorros sempre à mão, com itens como:

    • - Ataduras
    • - Esparadrapo
    • - Algodão
    • - Creme antisséptico
    • - Curativos esterilizados
    • - Gaze
    • - Termômetro
    • - Pinças
    • - Tesouras
    • - Cobertor ou manta
  • 4- Tenha uma cesta para animais de estimação para poder transportá-los com segurança até a clínica ou hospital.

  • 5- Lembre-se que um animal de estimação machucado ou doente pode não agir de forma normal, de acordo com seu temperamento doce. Lide com ele com cuidado para que você não seja mordido ou arranhado e venha a necessitar de um tratamento de emergência também!

http://www.pfizersaudeanimal.com.br/homePets.asp





Fonte: http://www.pfizersaudeanimal.com.br/homePets.asp

 


SOS VIRA-LATA - Todos os direitos reservados - 2010

Logo webfire